Se calhar estou mesmo apaixonada por ti...

Esta semana troquei os transportes públicos pelo carro novamente.
Apesar da diferença de custos e de stress, a diferença de tempo com que eu chegava ao hospital para te ver era mais importante.

Dei-me conta, num destes dias em que "voei" para junto de ti, que estava com a mesma sensação no estômago de há quase 9 anos, a mesma urgência de chegar, o pé a carregar no acelerador da mesma forma.
Era um sábado, convidaste-me para ir jantar contigo a Torres e ver o Luís Represas. Chovia tanto que quase nem via a auto-estrada. Passei a viagem a tirar o pé do acelerador e pensar que tinha que abrandar, mas o carro insistia em acompanhar o ritmo frenético do meu coração!
Jantámos e felizmente arranjámos um destino perfeito para os nossos bilhetes do concerto e passamos um serão a jogar snooker com o Pedro.


Desta vez, não havia jantarada, não havia concerto, não chovia, tu aguardavas-me na cama do hospital,...
...mas a estrada era a mesma, a sensação no estômago era a mesma (não, não era fome), a pressa de chegar era a mesma e olhei na mesma para o espelho do carro antes de sair para ver se estava bonita para ti.

Isto só pode querer dizer uma coisa,
Ainda estou apaixonada por ti!!!
Muito!
Amo-te!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O dia em que nasci...novamente...

Fim-de-semana a dois...

O drama da depilação...