Avançar para o conteúdo principal

Balanço de 2010...

foto: Flickr

Foi, sem sombra de dúvida, um ano marcante.
Na maioria, marcou pela negativa, mas teve alguns pontos de viragem positivos.
Foi um ano de angústias, lágrimas, raiva, sensação de impotência, mudança e renascimento, perdão, mas principalmente de introspecção e compreensão do que estava mal esclarecido em mim.
Quase no início do ano, recebo a notícia da doença do meu pai, seguiram-se dois meses de espera, viagens de muitos Km para estar com ele o que não tinha estado no resto da minha vida na tentativa de aproveitar o tempo que escasseava a cada dia... mas consegui, consegui estar com ele durante várias noites e dias e acompanhá-lo até á manhã de um Sábado chuvoso no 8º dia do mês de Maio, dia em que partiu, serenamente.
Seguiram-se dias difíceis, de luto, a reviver memórias de infância e a tentar organizar a cabeça de adulta.
O regresso ao trabalho foi para esquecer... Os doentes, as situações demasiado parecidas com a do meu pai, e também a falta de motivação e de reconhecimento, levaram-me a pedir transferência de serviço, a meio de Junho estava a começar num serviço novo.
Finalmente num sítio que gosto, com pessoas que gosto e que gostam de mim e reconhecem o meu trabalho. Comecei a sair de casa com vontade de ir trabalhar, coisa que já não sentia há muito tempo.
No dia 18 de Julho o mundo desabou outra vez. Estava eu de férias e recebo um telefonema que jamais esquecerei. A minha prima tinha tido um acidente de mota e não tinha sobrevivido. Acho que aí chorei por tudo, por ela, pelo filho dela, pela minha tia, pela minha outra prima e irmã dela, pela minha mãe, sei lá por que mais. Acho que também chorei ainda mais pelo meu pai.
Parecia que as pessoas à minha volta estavam a desaparecer...
Passados alguns dias soube da notícia de uma amiga minha, mãe de uma grande amiga, com um carcinoma do intestino, impossível de operar.
Chegou Setembro e com ele uma das melhores coisas que me aconteceu, o meu filho, deixou de estar comigo só ao fim-de-semana e passou a viver comigo em full-time quando entrou no Ciclo Preparatório.
A minha vida mudou radicalmente e fez-me ter os dias ocupadíssimos, sem muito tempo para pensar em tudo o que me tinha acontecido até aí.
Em finais de Novembro, volto a receber um balde de água gelada, ou melhor dois baldes!
Um grande amigo dos tempos de escola acabara de descobrir que tem Esclerose Múltipla e um outro amigo em comum, quase em simultâneo, descobre que tem um tumor renal.

Felizmente o ano acabou!
Prossigo com a certeza de que 2011 será bem melhor!

Comentários

Ambiguidona disse…
Vai ser melhor concerteza :)

e há que pensar nas coisas boas que acontecem... até elas abafarem as más ...
SIM?

tenho saudds... um beijinho de melhoras
MÓNICA disse…
Beijinho e obrigado!

Mensagens populares deste blogue

Adeus... Até um dia...

Lembro-me de ti!
Lembro do teu cheiro, um misto de tabaco com outra coisa qualquer!
Ninguém tinha uma avó fumadora! Eu tinha!
Eras tão engraçada, tão gozona, tão divertida!
Lembro tão bem das tuas gargalhadas, mais parecia que estavas a ficar sem ar,
Lembro de andares pela casa a cantarolar meio a assobiar de um jeito que não consigo imitar,
De fumares com um braço apoiado por baixo das mamas e o outro por cima de maneira à mão com o cigarro estar sempre perto da boca, e o cigarro chegava ao fim com um arco de cinza pegada ao filtro bem equilibrado! Não sei como conseguias...
Lembro de ficares na conversa até de madrugada,
De acordarmos ao meio-dia e fazeres umas batatas meio fritas com ovos, era a melhor coisa do mundo para pequeno almoço,
Ninguém tinha avós a acordar ao meio dia! Eu tinha!
Lembro-me do cheiro a sabonete Fá na casa de banho dos azulejos verdes!
Lembro-me da cozinha enorme antes das obras e de comer presunto à mesa contigo e com o avô!
Lembro-me que me davas nestun …

"Recado" com 20 anos que me fez tão feliz... "As Minhas Super Enfermeiras"

Se há dias em que a nossa vida tem um propósito e que faz todo o sentido, hoje foi esse dia!

Pensares tantas vezes se devias ter seguido esta carreira? Hoje tiveste a resposta que sim, devias mesmo ter seguido esta carreira de enfermeira!
Pensares por vezes se estás a trabalhar no sítio certo? Sim, estás e com muito orgulho em todos os que comigo trabalharam ao longo destes 20 anos!

Pensar que fizeste a diferença na vida de muita gente, a diferença para melhor, ainda que hoje não trabalhes diretamente com os doentes, trabalhas com os profissionais que cuidam desses mesmos doentes e tentas fazer a diferença também na vida deles, apesar de não tão visível e significativa, mas ainda assim necessária.

Hoje recebi uma mensagem de um anjo que tratei há 20 anos!
Mandou-me também a foto de um papel que guarda há 20 anos.
Tem a data de Outubro de 1997, e o título "As Minhas Super Enfermeiras", só por isto já valeu a pena acordar hoje às 6 da manhã para ir para o sítio do costume.
Con…

Sortuda do caraças...

De repouso forçado uma semana!
As dores estúpidas e lacinantes que comecei a sentir no ombro de repente no domingo vieram-se a revelar uma tendinite calcificante e uma ruptura muscular também!
Apesar de tudo tenho uma sorte do caraças e só tenho a agradecer!
Tive a sorte de estar sempre à hora certa no sítio certo. Consegui fazer rx na mesma hora que cheguei ao serviço de radiologia para fazer só a marcação, consegui uma ecografia dum dia para o outro (costuma demorar imenso). Fui encaminhada para um ortopedista especialista em ombro do Hospital da Luz e por coincidência a minha nova companhia de gabinete trabalhou com ele e arranjou-me consulta de ontem para hoje em Oeiras.
Chego ao Hospital da Luz e as cancelas do estacionamento estavam avariadas pelo que não paguei parque de estacionamento e nem precisei de andar às voltas à procura de sítio porque têm parque subterrâneo. Nem apanhei frio, foi só subir o elevador.
Pessoas super atenciosas, tudo bonito, a sala de espera com vista pa…