Avançar para o conteúdo principal

Dias de Injustiça...


Hoje o dia foi para esquecer!

Senti-me injustiçada, o meu trabalho desvalorizado, o meu esforço esquecido!

Fui aos arames!!!

Ando a aprender a não guardar as coisas dentro de mim, para não se acumularem as mágoas e provocarem danos quando a bolha rebenta, e hoje depois de me sentir pisada, nem deu tempo de guardar ou acumular nada!
Foi tiros para todo o lado! Ontem era uma amiga minha que estava assim, deve ter-me contagiado!

Era, cada tiro cada melro!

Diziam-me alguma coisa menos boa, e eu respondia a matar, a quem merecia e infelizmente, também aos que não mereciam, a esses tenho que pedir desculpa amanhã, pela minha brutalidade verbal, aos outros, quero lá saber, ouviram o que mereceram!!!

Quem diz tudo o que quer, ouve o que não gosta!

E hoje a minha língua, estava afiada e venenosa, que nem uma víbora! E OUVIRAM TUDO!

Ontem, aprendi com o Tio de uma Grande Amiga, que podemos fazer 1001 coisas muito boas no nosso trabalho, mas fazemos 1 menos boa, e tudo o resto é esquecido! Na altura, a frase fez sentido para mim, mas hoje senti-a na pele! DOEU...

Para muitos eu não trabalho nada, ando lá a passear a farda! Mas o trabalho aparece feito!!! E não é por milagre! Pois não, porque sai-me do corpo, ou melhor das mãos e da cabeça!

Mas isso ninguém vê...

Mas sabem a que horas eu chego, e a que horas saio, sabem as vezes que eu vou fumar um cigarro ou beber um café!
Mas ninguém sabe as horas que eu perco em CASA, da minha VIDA, para ter as coisinhas todas bonitas! Porque eu tenho orgulho no meu trabalho!

EU, valorizo o meu trabalho! E tenho a preocupação de arranjar os programas, e de os ir actualizando, para que o trabalho saia melhor!

Sim, porque tudo o que era feito à mão, agora sai tudo bonito e lindinho, devido ao trabalho que eu tive com o meu marido em casa, durante DIAS, para fazer os programas, de modo a conseguir organizar grande parte do serviço!

Mas as coisas não saem da impressora por artes mágicas ou por obra e graça do Espírito Santo!

Alguém tem que lá introduzir os dados todos, e conferi-los 50 vezes, para não haver erros, e mesmo assim ás vezes estes surgem, porque ninguém é perfeito, nem os computadores!

(porque o estúpido do meu, deixou de dar som agora. Tenho as colunas ligadas, tenho! e o som também não está no off, que isso já eu fui ver, e os dispositivos de som estão com as definições correctas... Ai!Ai!)

Vou acabar este desabafo por aqui, e vou dormir.

Porque senão, quem vai sofrer é o meu computadorzinho, que não está colaborante, mas que me faz muita falta!

Então, eu vou desligar esta m****, beber um cházinho. e esperar que isto amanhã tenha som, ou pelo menos que eu tenha paciência de ir procurar o problema!

Quanto ao trabalho, eu tenho a minha consciência tranquila! Quem não tem, que se LIXE...
Fico por aqui, porque já chega de desabafo, e o som ainda não voltou, a coluna do chão, já esteve mais longe de levar uma patada...
Estou muito agressiva, até o teclado se queixa! Xiu, que foi para isso que foste feito, para te carregarmos em cima!
Só que eu!, não me chamo teclado.

Comentários

Sandra Simões disse…
Lol...como conheço esse mau humor.
Tem calma linda, de certeza que o dia seguinte foi mais colorido :)

Compreendo e assino em baixo o que disseste, e aquilo que realmente importa é o brio que sai de dentro para fora de ti, espelhado no teu dia a dia e no trabalho.

Uma beijoca grande à minha mana desbocada.

Mensagens populares deste blogue

Adeus... Até um dia...

Lembro-me de ti!
Lembro do teu cheiro, um misto de tabaco com outra coisa qualquer!
Ninguém tinha uma avó fumadora! Eu tinha!
Eras tão engraçada, tão gozona, tão divertida!
Lembro tão bem das tuas gargalhadas, mais parecia que estavas a ficar sem ar,
Lembro de andares pela casa a cantarolar meio a assobiar de um jeito que não consigo imitar,
De fumares com um braço apoiado por baixo das mamas e o outro por cima de maneira à mão com o cigarro estar sempre perto da boca, e o cigarro chegava ao fim com um arco de cinza pegada ao filtro bem equilibrado! Não sei como conseguias...
Lembro de ficares na conversa até de madrugada,
De acordarmos ao meio-dia e fazeres umas batatas meio fritas com ovos, era a melhor coisa do mundo para pequeno almoço,
Ninguém tinha avós a acordar ao meio dia! Eu tinha!
Lembro-me do cheiro a sabonete Fá na casa de banho dos azulejos verdes!
Lembro-me da cozinha enorme antes das obras e de comer presunto à mesa contigo e com o avô!
Lembro-me que me davas nestun …

"Recado" com 20 anos que me fez tão feliz... "As Minhas Super Enfermeiras"

Se há dias em que a nossa vida tem um propósito e que faz todo o sentido, hoje foi esse dia!

Pensares tantas vezes se devias ter seguido esta carreira? Hoje tiveste a resposta que sim, devias mesmo ter seguido esta carreira de enfermeira!
Pensares por vezes se estás a trabalhar no sítio certo? Sim, estás e com muito orgulho em todos os que comigo trabalharam ao longo destes 20 anos!

Pensar que fizeste a diferença na vida de muita gente, a diferença para melhor, ainda que hoje não trabalhes diretamente com os doentes, trabalhas com os profissionais que cuidam desses mesmos doentes e tentas fazer a diferença também na vida deles, apesar de não tão visível e significativa, mas ainda assim necessária.

Hoje recebi uma mensagem de um anjo que tratei há 20 anos!
Mandou-me também a foto de um papel que guarda há 20 anos.
Tem a data de Outubro de 1997, e o título "As Minhas Super Enfermeiras", só por isto já valeu a pena acordar hoje às 6 da manhã para ir para o sítio do costume.
Con…

Sortuda do caraças...

De repouso forçado uma semana!
As dores estúpidas e lacinantes que comecei a sentir no ombro de repente no domingo vieram-se a revelar uma tendinite calcificante e uma ruptura muscular também!
Apesar de tudo tenho uma sorte do caraças e só tenho a agradecer!
Tive a sorte de estar sempre à hora certa no sítio certo. Consegui fazer rx na mesma hora que cheguei ao serviço de radiologia para fazer só a marcação, consegui uma ecografia dum dia para o outro (costuma demorar imenso). Fui encaminhada para um ortopedista especialista em ombro do Hospital da Luz e por coincidência a minha nova companhia de gabinete trabalhou com ele e arranjou-me consulta de ontem para hoje em Oeiras.
Chego ao Hospital da Luz e as cancelas do estacionamento estavam avariadas pelo que não paguei parque de estacionamento e nem precisei de andar às voltas à procura de sítio porque têm parque subterrâneo. Nem apanhei frio, foi só subir o elevador.
Pessoas super atenciosas, tudo bonito, a sala de espera com vista pa…